Vai fazer um intercâmbio? Confira nossas dicas para que o seu intercâmbio seja um sucesso.

Uma das experiências mais fantásticas que você pode fazer é um intercâmbio. Por esse motivo esse post é para te ajudar e tirar o máximo proveito dessa experiência que marcará sua vida. Vamos lá conhecer algumas dicas para transformar seu intercâmbio em um sucesso.

 

1 – ANTECEDÊNCIA (quanto maior for, melhor)

 

Para quem começa a programar a sua viagem, o ideal seria 6 meses a 1 ano antes. Pois assim irá conseguir tarifas mais baixas, condições especiais de pagamento do programa e tempo suficiente para pedir o seu visto.

 

2 – PESQUISAR ( sobre o país e cidade a qual pretende ir)

 

Muito importante você conhecer o clima, a temperatura média do período do ano em que você estará por lá, e claro a cultura. Isso é parte fundamental para não se decepcionar quando chegar no local, a internet será sua grande aliada.

 

3 – DEFINIÇÃO ( acomodação que mais combinam com seu estilo)

 

Residência estudantil ou Homestay? Em casa de família o intercambista poderá vivenciar a cultura e os hábitos do país, e já na residência estudantil poderá estar na maioria das vezes mais próximo da escola e em contato direto com os outros estudantes.

 

4 – EVITE ( conviver com muitos brasileiros no exterior)

 

Assim você poderá aprimorar seu idioma e fazer uma imersão cultural, manter-se em contato com quem fala a língua a qual você estará empenhado a aprender, assim a prática você poderá alcançar a fluência em outra língua.

 

5 – PERFIL ( o lugar ideal para o intercâmbio é o que mais combina com seu perfil)

 

O local sendo quente ou frio, se você prefere uma cidade pequena ou grande, são algumas das questões a qual devem ser respondidas antes da definição da cidade. Ideal escolher uma que tenha a ver com o seu estilo de vida, hobbies e preferências.

 

6 – CHOQUE CULTURAL ( principal desafio a quem fará o intercâmbio)

 

 A sensação de medo e ansiedade, é normal quando se passa horas de viagem para chegar a um lugar completamente desconhecido, cada um possui um período de adaptação, mas o que importa é lembrar que isso é uma fase e que em breve o mais difícil será justamente refazer as malas e voltar para casa.

 

7 – NOVIDADES ( o dia-a-dia de um intercambista)

 

No período do a qual se estuda, o intercambista conhecerá novas pessoas de todas as partes do mundo e participa de atividades a qual promovem a interação social. Em seu tempo livre poderá explorar a cidade, os pontos turísticos e estreitar as relações com os alunos da escola, isso costuma ser o início de grandes amizades.

 

8 –  MATURIDADE ( avalie se poderá viver sozinho em um país estranho)

 

É necessário avaliar se você já tem a maturidade para se virar sozinho em um país estranho, quando o adolescente viaja nos grupos oficiais da CI, o monitor fica com o grupo do inicio ao fim da viagem, além é claro de contar com uma Central de Atendimento a qual funciona sete dia por semana para prestar todo o auxílio.

 

9 – PROGRAMA CERTO ( o que tem mais a ver com você)

 

Um semestre de High School, um curso para que fique fluente no idioma de sua preferência, trabalho voluntário em projetos sociais, e ambientais, são essas algumas das opções.

 

10 – PRÉ-REQUISITOS ( estar aberto para as novas experiências)

 

Ao viajar, desligue a sua cabeça do que ficou no Brasil, dedique-se a energia de corpo e alma, a conhecer novas pessoas, construa novas amizades e aprenda o que há de melhor nessa outra cultura. Retornará com certeza mais rico como ser-humano do que quando partiu.

 

Como já percebeu não há razão para temer o intercâmbio, leve a ideia a sério e escolha o programa de acordo que tenha mais a ver com a sua vida. 

A SADOC CORRETORA DE CÂMBIO possui os melhores produtos para você, como as remessas internacionais, moedas em espécie e até mesmo o seguro viagem.

 

CLICA AQUI e tire suas dúvidas com nossos especialistas. Estamos aguardando você!